Sorting by

×
  • Sex. Mai 20th, 2022

ANTIGO LAVADOURO DE LUSO VAI SER TRANSFORMADO EM ESPAÇO MUSEOLÓGICO DEDICADO AO AUTOMÓVEL

O Antigo Lavadouro da Vila de Luso vai ser objeto de uma obra de reabilitação que terá um custo estimado de 140 mil euros + IVA. O edifício, entregue à Câmara Municipal da Mealhada pela Junta de Freguesia de Luso, por um período de 10 anos renováveis, já tem projeto executado, estando em curso a apresentação de candidatura para execução da obra.

Com uma área de 242.87m2, o Antigo Lavadouro da Vila de Luso, situado junto ao lago de Luso e ao Pavilhão Gimnodesportivo, outrora lugar de encontro, onde as pessoas trabalhavam na limpeza das suas roupas e utensílios, vai ser reabilitado com a atribuição de um uso turístico e de promoção, ao mesmo tempo que os habitantes vão poder continuar a usá-lo.

O objetivo da intervenção será atribuir-lhe uma função não só de espaço museológico, relacionado com o automóvel na vila de Luso, mas também um lugar para acolher várias exposições itinerantes. Paralelamente, e aproveitando toda a estrutura construída, o espaço de lavadouro, ainda em funcionamento, vai ser reabilitado, passando a ter mais condições e maior segurança.

O edifício será organizado em duas entradas independentes: uma entrada para o atual espaço de lavadouro, criando-se, para tal, uma rampa de acesso direto ao espaço, onde se localizam os tanques, e uma entrada para o espaço museológico e de exposição, que comunicará internamente com um local administrativo, o espólio e o pátio central exterior. A intervenção recairá, para além da composição espacial interior, numa recuperação integral de toda a envolvência, desde a cobertura até ao pavimento, passando pelas paredes existentes.

“Intervir neste local e manter toda a sua traça original será a pretensão principal desta intervenção, garantindo, assim, uma linguagem arquitetónica também de referência para um ponto turístico que pode e deverá ser visitado por todos, ocupando cada canto do seu edificado e dando a todos a alegria da história do automóvel na vila”, explica António Jorge Franco, presidente da Câmara Municipal da Mealhada.

Atualmente o Antigo Lavadouro mantém toda a sua essência inicial, mas com uma ocupação débil e escassa. É, hoje, um espaço devoluto, com ausência de movimento. Das dezenas de tanques que ali existiam, “sobrevivem” apenas nove unidades que ainda executam as suas funções e são atualmente utilizados.

 

Considerando fundamental dar um uso útil a cada edifício devoluto, tornando-o essencial para o desenvolvimento do lugar, da sua história e das suas gentes, o executivo municipal entendeu dar uma vertente turística ao Antigo Lavadouro, com base no pressuposto de que a vila de Luso reúne um conjunto de referências “ícone” que, ao longo dos anos, são recordadas como um exemplo de cultura, saúde e lazer. Entre muitas outras referências, nos anos 80, momento em que a Serra do Bussaco foi palco do reconhecido Rally TAP Portugal (atual Rally de Portugal), o automóvel começou a ficar enraizado neste local.  Com o passar dos anos, a história do automóvel, que se foi mantendo, foi enaltecida e ainda mais valorizada. Inúmeras provas foram criadas, até aos dias hoje, e muitas pessoas foram recordando a história do automóvel como uma presença assídua na vila de Luso e no Bussaco. O Luso é já uma referência automobilística nacional e internacional, pelas reedições de antigas provas lendárias que hoje fazem parte do calendário desportivo, nomeadamente o Rally Legends.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.