Sorting by

×
  • Sex. Mai 20th, 2022

CÂMARA DA MEALHADA REALIZOU CERCA DE 2300 TESTES À COVID-19 A FUNCIONÁRIOS E COLABORADORES

O Município da Mealhada está, desde o início de dezembro de 2021, a testar regularmente os funcionários e colaboradores à Covid-19. Nestes dois meses, foram feitos cerca de 2.300 testes que permitiram detetar infeções de forma precoce e evitar eventuais surtos.

Esta manhã foi realizada mais uma ação de testagem à Covid-19 a funcionários municipais, como vem sendo hábito desde dezembro de 2021. A aquisição dos testes e a testagem (a cargo de um operador externo) implicam um investimento de cerca de 5 mil euros por parte da Autarquia. A decisão de iniciar a testagem própria foi tomada pelo Executivo Municipal ainda em novembro, antes do aumento do número de testes à Covid-19 disponibilizado pelo Serviço Nacional de Saúde a cada utente. Numa ação concertada com a delegada de saúde local, o Município entendeu que esta seria a melhor forma de proteger funcionários e utentes que contactam com os diversos serviços da autarquia. Em dezembro, janeiro e, agora, início de fevereiro, foram realizados cerca 2.300 testes, o que “permitiu a deteção precoce de um ou outro caso e, assim, evitar focos de doença que poderiam evoluir internamente e ser transpostos para o público”, sublinha Hugo Silva, vereador da Autarquia.

O método encontrado pela autarquia para a realização dos testes aos cerca de 300 funcionários foi o recurso a um prestador de serviços que se desloca às instalações municipais a cada 7 ou 14 dias, evitando assim a deslocação a laboratórios que, nesta altura, sentiram o congestionamento devido ao aumento de número de testes realizados pela população.

Além dos funcionários e colaboradores, a Autarquia também disponibiliza testes às instituições particulares de solidariedade social do município, bem como às forças de segurança.

“Adotámos esta medida preventiva em concertação com as autoridades de saúde locais numa altura crítica em que tínhamos os números a aumentar diariamente e continuá-la-emos até que a situação o justifique. Acompanhamos o evoluir da situação no país e reajustaremos a medida de acordo com as orientações dadas pelo Governo e pela Direção-Geral da Saúde”, sublinha António Jorge Franco, presidente da Câmara Municipal da Mealhada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.